sexta-feira, 28 de março de 2014

Abolição da Escravatura no Ceará - 25 de Março



O município de Redenção (antes chamado de Acarape), localizado no Maciço de Baturité, recebe esse nome por ter sido a primeira cidade brasileira a libertar todos os seus escravos.
O Ceará foi a primeira província do Brasil a abolir a escravidão. Em relação as demais províncias era a que menos possuía escravos, pois eram traficados para os centros cacaueiros, cafeeiro e açucareiro por bons preços.
Essa exploração foi, aos poucos, despertando repulsa entre os cearenses que iniciaram, em Fortaleza, em 1879, um movimento emancipador denominado “Perseverança e Porvir”.
Os primeiros abolicionistas foram José Amaral, José Teodorico da Costa, Antônio Cruz Saldanha, Alfredo Salgado, Joaquim José de Oliveira, José da Silva, Manoel Albano Filho, Antônio Martins Francisco Araújo, Antônio Soares Teixeira Júnior.
ABOLIÇÃO NO CEARÁ
Sociedade Libertadora
Em 1880, esses abolicionistas fundaram a Sociedade Libertadora Cearense com 225 sócios, cujo presidente provisório foi João Cordeiro. Para divulgar seus ideais, em 1881, fundaram o Jornal O Libertador.
As datas festejadas pelo município de Redenção, foram marcantes no processo de libertação dos escravos. Em 25 de março de 1881, por exemplo, a Sociedade alforriou 35 escravos. Outra sociedade contribuiu para o movimento abolicionista. Tratou-se do Centro Abolicionista 25 de dezembro, fundado em 19 de dezembro de 1882. Dessa maneira, em 25 de março de 1884, foi abolida a escravidão no Ceará.
Os jangadeiros cearenses também aderiram ao movimento abolicionista e, em janeiro de 1881, fecharam o porto de Fortaleza ao embarque de escravos. Eles eram liderados por Francisco José do Nascimento, conhecido como Dragão do Mar.
No dia 1º de janeiro de 1883, a Vila do Acarape, atual Redenção, emancipou seus escravos há menos de um ano antes da província do Ceará. O povo redencionista guarda na memória o gesto heróico de ter libertado seus 116 escravos. Assim, Redenção é conhecida como Rosal da Liberdade.
O Ceará foi a primeira província do Brasil a abolir a escravidão. Esse ato é comemorado três vezes ao ano em Redenção. A data já faz parte do calendário de eventos culturais da cidade. Tanto que, além deste dia, também é comemorada em mais duas outras datas: 1º de janeiro e 25 de março.

quinta-feira, 27 de março de 2014

Curso de Facilitadores em Aprendizagem Cooperativa


click no video

A EEM Liceu Vila Velha foi representada no CURSO DE FORMAÇÃO DE FACILITADORES EM APRENDIZAGEM COOPERATIVA ( PPDT/SEDUC/PRECE/UFC) na pessoa do Professor Diretor de Turma Paulo Sérgio Martins Vale Borges. O curso foi ministrado pelo educador Manoel Andrade Neto, com carga horária de 48 horas, período de 24 a 27 de fevereiro de 2014 no Hotel Jangadeiro localizado na praia do Presídio, Iguape-Ce..
O evento proporcionou aos participantes as seguintes oficinas: Histórias de Vida, Interdependência social, Vivência de conflitos, Habilidades sociais, Protagonismo Estudantil cooperativo e social.
A Professora Cristiane Carvalho Holanda, chefe de gabinete da Seduc, também incentivou o grupo de professores com suas dinâmicas e oficina de " Boas Práticas Pedagógicas Transformando o Cotidiano Escolar".
Encorajar os jovens para a aprendizagem cooperativa proporciona autonomia, solidariedade, sendo o foco a necessidade do outro e na possibilidade de ajudá-lo, espírito de união, responsabilidade social, disponibilidade para colaborar somando esforços para a resolução de problemas. Os protagonistas cooperativos sabem como agregar e mobilizar pessoas em prol de um propósito.
Nosso compromisso e objetivo é a implantação de uma célula em aprendizagem cooperativa na EEM Liceu Vila Velha no ano letivo de 2014. Para isso contamos com o apoio e dedicação da Diretora Sérgina Araújo de Alencar.


sábado, 8 de março de 2014